21.11.2017
  VALOR BRUTO DA PRODUO RECUA 9,57% EM MINAS GERAIS
   
 


A queda de preços verificada em importantes produtos, como a soja e o milho, em função da produção recorde, e o menor volume de café vêm interferindo de forma negativa no Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP). Em Minas Gerais, com base nos dados de outubro, foi verificada queda de 9,57%, com o faturamento da produção mineira estimado em R$ 53,46 bilhões. Dentre os principais produtos, foram observadas retrações no VBP do café, milho, soja, frango e bovinos.


De acordo com os dados divulgados pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), na agricultura de Minas Gerais a queda estimada para 2017, com base nos dados de outubro, é de 13,9% enquanto a pecuária ficará praticamente estável com retração de apenas 0,71%.



O VBP da agricultura foi estimado em R$ 33,9 bilhões, variação negativa de 13,9% frente aos R$ 39,44 bilhões registrados em 2016. A queda está atrelada à maior produção de grãos, o que provocou o aumento da oferta e preços menores que os praticados em 2016, quando a safra foi afetada pela estiagem, principalmente ao longo do segundo ciclo.



Dentre os produtos, o café total, principal item do agronegócio de Minas Gerais, apresentou recuo de 23,02% no VBP, que foi estimado em R$ 11,65 bilhões. No café tipo arábica a queda verificada ficou em 23,38% e a produção avaliada em R$ 11,5 bilhões. Já o VBP da produção mineira de café conilon cresceu 19,6% e alcançou R$ 152,2 milhões.



Na safra 2017, a produção total de café em Minas Gerais somou 24,37 milhões sacas de 60 quilos. O volume representa um recuo da produção cafeeira em torno de 20,7% quando comparado com a safra 2016, quando o Estado foi responsável pela colheita de 30,7 milhões de sacas. A retração aconteceu em função da bienalidade negativa.



Grãos - O faturamento bruto do milho recuou 13,12% e foi estimado em R$ 3,37 bilhões. A queda foi estimulada pelos preços menores, uma vez que a oferta do cereal foi ampliada. A colheita de milho, em Minas Gerais, foi recorde na safra 2016/17, alcançando 7,5 milhões de toneladas, expansão de 27%.



Com retração de 11% no VBP, o faturamento da produção mineira de soja foi estimado em R$ 5 bilhões. A produção recorde de 5 milhões de toneladas em 2017, o que representa uma variação positiva de 7,14%, fez com que os preços recuassem, impactando de forma negativa no VBP.



No feijão, a queda no VBP foi de 40% e a produção avaliada em R$ 1,34 bilhão.



Outros - Retração também no VBP da batata-inglesa, cujo faturamento foi estimado em R$ 1,15 bilhão, 59,7% inferior ao registrado e igual período de 2016.



Na cebola a queda de 38,3% fez com que o VBP ficasse em R$ 250,5 milhões. O VBP do tomate, R$ 1,29 bilhão, recuou 10,8%.



Ganhos - Ao contrário dos produtos já citados, a cana-de-açúcar encerrou o período com resultados positivos. O faturamento bruto da produção mineira foi estimado em R$ 6,74 bilhões, incremento de 34,7%. A alta se deve à demanda aquecida pelo açúcar, o que valorizou os preços. A produção mineira está estimada em 64 milhões de toneladas de cana-de-açúcar.



O faturamento bruto da produção mineira de algodão herbáceo também está maior. A produção foi avaliada em R$ 349 milhões, o que representa uma elevação de 46,3%. O VBP da banana cresceu 3%, com o faturamento estimado para 2017 em torno de R$ 1,72 bilhão.



Pecuária tem variação negativa de 0,71%



O VBP da pecuária de Minas Gerais, estimado para 2017, com base nos dados de outubro, ficou praticamente estável, com pequena variação negativa de 0,71% e faturamento em torno de R$ 19,5 bilhões. A retração foi influenciada pelos resultados negativos verificados na produção de bovinos, ovos e frango.



Com base nos dados de outubro, a estimativa é que o VBP dos bovinos retraia 9,3% com o faturamento da produção calculado em R$ 5,16 bilhões em 2017. No período, a produção de frangos apresentou queda de 10,9% no VBP, fazendo com que o faturamento recuasse de R$ 3,87 bilhões, registrados em 2016, para R$ 3,45 bilhões. Retração também foi observada na produção de ovos, cujo VBP foi estimado em R$ 1 bilhão, queda de 16,55%.



No ano, somente suínos e leite estão com projeção de um VBP positivo. A expectativa é que a produção mineira de suínos movimente R$ 1,95 bilhão, o que, se alcançado, representará uma elevação de 12,41%. A produção de leite também apresentou resultado positivo, com o VBP estimado em R$ 7,9 bilhões, incremento de 11,4%.



Fonte: Diário do Comércio


 

 
     
 
     
CAPUL - Cooperativa Agropecuária Unaí Ltda
Rua Prefeito Joo Costa, n 1375
Bairro Planalto - Una - MG
CEP: 38610-000
Fale com a Capul: (38) 2102-5100
De Segunda a Sexta, das 07h s 17h.
Capul - Cooperativa Agropecuária Unaí Ltda © 2010 Todos os direitos reservados.